Tendências do futuro: um giro da Creare por Detroit e Shanghai – Parte 1

0 Flares Twitter 0 LinkedIn 0 Google+ 0 Email -- 0 Flares ×

Parte do trabalho da Creare é acompanhar de perto as principais tendências do mercado automobilístico. Para isso, participamos de eventos dentro e fora do país, conhecendo inovações e ideias para tornar nossas soluções ainda melhores.

Nos últimos meses, dois dos diretores da Creare estiveram em Detroit e Shanghai, cidades que “respiram” inovação automotiva, em dois dos maiores eventos de tecnologia para o setor. 

Na cidade chinesa, visitamos a Auto Shanghai, evento que reuniu mais de 800 mil pessoas, entre profissionais e entusiastas dos automóveis. Em Detroit, berço da indústria automotiva mundial, onde nasceram marcas como Ford e General Motors, visitamos a TU-Automotive Detroit, considerada a maior feira do mundo quando se trata de tecnologia para carros.

Neste post, separamos quatro das principais tendências para os carros do futuro. São tecnologias que tornarão os automóveis ainda mais conectados e inteligentes, seja ao volante de seu carro de passeio ou para quem dirige um veículo de frota.


Carros (muito) mais conectados

Muito provavelmente, você já consegue conectar seu carro à internet, para ouvir música ou para se navegar. Segundo apontam diversas montadoras presentes nas feiras em Detroit e Shanghai, o carro conectado do futuro será algo muito maior – e muito mais acessível.

Mais e mais veículos estão já saindo de fábrica com sistemas inteligentes embarcados, e empresas como Google (Android Auto), Amazon (Alexa/Echo Auto) e Apple (CarPlay) estão investindo pesado para estarem compatíveis com todos os próximos carros do mercado, unindo forças com marcas como Volvo, Toyota, BMW e outras.

Então, não estranhe se seu carro popular daqui a dois ou três anos, já vier com Android ou Alexa nativo em seu sistema multimídia, com acesso rápido ao Youtube, Maps, Spotify e diversas outras aplicações. Quem sabe, você até poderá usar sua localização via GPS para pedir uma pizza antes mesmo de chegar na lanchonete (uma inovação já testada pela rede Domino’s).


Tecnologia analisando seus sentimentos

Imagine um sistema analisando e detectando seu humor em tempo real, usando uma avançada tecnologia de reconhecimento facial enquanto você dirige. Algumas startups já estão testando esta novidade, usando câmeras (de dashboard ou até mesmo do celular) focadas no motorista (condutor) e passageiros.

Essa inovação ajuda a perceber quando alguém está tranquilo, cansado, ansioso, e diversos outros estados de humor, inclusive detectando o “clima” nas interações entre as pessoas dentro do veículo, e monitorando crianças no banco de trás.

Com estas informações, outros sistemas integrados no veículo ou em apps podem tomar atitudes adequadas. Entre as possibilidades com esta tecnologia, por exemplo, a central de multimídia do carro pode aumentar o volume do som ou colocar uma música mais agitada para estimular um motorista cansado – ou em um app de caronas, a câmera pode até detectar quando um passageiro está nervoso ou desconfortável com um motorista, alertando o app para tomar medidas para alertar o condutor.

Baseada no que há de ponta em inteligência artificial, essas tecnologias ainda estão em fase de teste, mas não fique espantado se no futuro, a assistente inteligente conectada ao seu carro tentar te acalmar em meio a um engarrafamento.


Segurança de dados também vale para os carros

Um dos principais assuntos nas feiras automotivas atuais é a segurança dos dados veiculares. Para isso, diversas empresas do ramo estão trabalhando em sistemas de criptografia de dados, em busca de alternativas que protejam os veículos conectados de possíveis ataques, mas que também permitam o compartilhamento de informações para possíveis sistemas de gestão da condução.

Um exemplo destas tecnologias é o Format-Preserving Encryption (FPE), que usa técnicas de criptografia que não alteram as principais características dos dados originais, facilitando a integração entre dados de diversas fontes, sem afetar a integridade dos sistemas de cada carro.

Com carros mais conectados, inteligentes e autônomos, assegurar que seus sistemas estejam protegidos será crítico – e este trabalho está apenas começando.


Carros autônomos: próximos, mas nem tanto

Muito se fala sobre os avanços dos carros autônomos – os chamados “carros sem motorista” – e como eles devem chegar às ruas muito em breve.

Entretanto, boa parte destas inovações ainda estão em testes. Em Detroit, estudantes da Universidade Texas A&M mostraram seus protótipos para o Autodrive Challenge, competição em que são desenvolvidos modelos de carros autônomos, e tecnologias que ainda podem chegar ao mercado no futuro.

Embora companhias como Toyota, GM, Uber e Apple já tenham realizado testes com esta tecnologia, não há, ainda, resultados suficientes que permitam o lançamento massivo ao mercado com toda a segurança necessária.

Ou seja: os veículos autônomos estão vindo aí. Quando chegarão? Quando se tiver certeza de que serão uma inovação positiva, de risco minimizado, que trará benefícios a toda sociedade.


————-

Estas são apenas algumas das inovações que nós, da Creare, conferimos nas principais feiras automotivas do mundo. Se você quer saber mais sobre as novidades do setor, acompanhe nossas postagens nas redes sociais e aqui no blog. Traremos ainda mais  conteúdos sobre tecnologia nos próximos dias.

0 Flares Twitter 0 LinkedIn 0 Google+ 0 Email -- 0 Flares ×